Para quê Filosofia



Professor Cídio Lopes de Almeida - Aula Particular
Prof. Me. Cídio Lopes de Almeida – Aula de Filosofia

Olá a tod@s!
Para quê Filosofia? 
Pergunta que faz parte do credo de qualquer professor de filosofia. Por esses dias em artigo no Jornal El País, Mario Vargas LLosa retoma o tema a partir da obra do autor francês Revel. 
Não vou tomar o texto acima citado. Porém,  foi a partir dele que “meditei longamente” sobre o tema da utilidade nos nossos dias. Portanto, não só saber sobre o útil na filosofia, mas na vida contemporânea. 
Logo verifiquei no meu DM ( DM = disco mole para opor ao HD Hard Disc. rsss) que em nossos dias existe uma cultura pelo útil e necessário. Nos discursos “corporativos” a “performance” produtiva abomina o inútil, um tipo de capeta a espreita, e constroem um altar para o Deus do útil. 
Contudo, verifiquei logo em seguida, sem precisar consultar um religioso de Havard – sim os novos gurus são os novos pastores e padres, que também nunca produzimos tanta coisa inútil. Tudo bem que o Wase, entre outros apps essa nova entidade angelical, acertou na mosca. Porém, apinham-se as coisas de “passa tempo”. O inútil tem uma indústria nunca vista na história da humanidade. Creio que os coliseus romanos sejam fichinhas perto do “entretenimento” da “costa oeste” e de Orlando, paraísos na terra da batatinha fita, digo, da diversão muito legal. 
O facebook, por exemplo, é um lugar fantástico para se “perder” horas de preciosas da produção. Imagine ler esse texto sobre filosofia? perda total de tempo. 
Ora, se temos de um lado o imperativo do culto ao útil,  temos na mesma proporção a ascensão da cultura inútil, como o doce nome de “entretenimento”.  Na ocupação total do inútil pelo útil, vemos tentativas até mesmo de “sistematizar” as antigas amizades inúteis, agora como “network”. Aliás, o que seria o Meetup?  
A conclusão? Creio não ter uma, talvez apenas uma hipótese: o discurso do útil tem produzido muitos inúteis.  Ou dito de outro modo, o discurso do útil tem inutilizado a vida de muitas pessoas criativas. Tem feito com elas não viva a vida, a coisa mais elementar de cada um de nós, mas postergue viver a si mesmo para sabe lá quando. Quando sobrar tempo das outras coisas; das coisas que lhe possuem, desse “espírito” maligno chamado “imperativo das cosias úteis”. 
_________
Para os novatos por aqui: 
1 – O grupo discussões filosóficas promovem eventualmente encontros presenciais. Quando ocorrer, avisarei com uma semana de antecedência. 
2 – Outro propósito do grupo é compartilhar ideias de filosofia.
3 – Sou Prof. de Filosofia. Tenho um livro publicado que se encontra aqui para venda 
http://www.ramonllull.net/lojaweb/index.php/estetica-e-educac-o-em-nietzsche.html a sua leitura dará mais compreensão dos motivos desse grupo e dos Cafés Filosóficos que promovo. 
4 – Sempre que tenho tempo respondo individualmente aos novos membros. Sempre respondo personalizado questões e dúvidas de filosofia. 

Prof. Cídio Lopes de Almeida 
Estética e Educação, pois ensinar filosofia não precisar ser algo mentalista.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *