Curso de Filosofia

Filosofia Trágica

Por esse tema entendemos um modo de filosofar que envolve os afetos no pensar. Contemporâneo de Freud, na verdade um pouco antes do pai da Psicanálise, o tema do irracional ou do inconsciente rondava pensadores como Schopenhauer e E. Von Hartmann.

A ideia, que hoje é corrente, é admitir que aspectos não racionais são fundamentais para a razão. Assim, ensinar é também ser alguém afetuoso, uma comunidade de aprendizado deve primar pelas boas relações entre as pessoas.

Filosofia Trágica e Educação Trágica é a preocupação em boas relações entre quem ensina e quem apreende. Retomando um tema antigo na filosofia, precisamente já em Platão, na boca da sua personagem Sócrates e outras como Diotima, a pensadora que será eternizada no romantismo alemão como inspiradora do amor ao saber.

Tal intuito é que move o Café Filosófico. Encontro de amigos para uma boa conversa filosófica.

Tenho como proposta  de trabalho pequenos grupos que estejam interessados em aprofundar nos temas de filosofia. Estabelecendo relações desse saber milenar com os mais variados campos do saber.

cidio.lopes@institutokora.org.br